The Brazilian Daily Artist

Sunday, July 27, 2008

Poesia na tarde de domingo


"Pássaro na mão"
"Tenho dois pássaros na mão
Mas o que tem meu coração
Está longe nos ares deste mundão
Todavia sempre responde
Quando a saudade vem me apertar
Vinda ligeira não sei donde
Me fazendo triste a chorar!
Tenho dois pássaros na mão
E convicta os solto sem medo
Pra pousar em outro arvoredo
Pois as minhas copas altas
De frutos tenros e perfumados
Não são de quaisquer seres alados
Mas de meu pássaro que longe está
Com ele me vou, daqui pra ali, de lá pra acolá!
Mais vale ele na mão
Que todos que me vêm pousar
Pois não houve pássaro como ele
Que me fizeste assim amar!
Vou vivendo e levando
Na espera sem hesitar
Sei que um dia donde vives
Virá enfim me buscar
E passarei a vida cantando
Ao lado dele a voar!
Tenho dois pássaros na mão
Aos que não quero me entregar...
Prefiro seguir esperando
O meu eleito voltar..."
Luísa Artèsa. (foto _ "Chuva" _ acrilico _ 50X70)


Post a Comment